quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Para meu filho


Felicidade

Meu filho


Lembro hoje, com saudades
de você ainda menino
correndo pelos campos,
nas terras em que passamos,
mergulhando em águas-delícias
daquele imenso Lago Azul.

Que tempo bom era aquele,
em que a minha ansiedade
era apenas a espera
entre um mergulho e outro!
Esperando pra ver você
outra vez, me acenando.

Tempo em que a minha alegria
era só a de ver você chegar,
rostinho rosado, suado,
correndo pra me abraçar,
trazendo no olhar a felicidade
de quem apanha a fruta no pé.

Que tempo bom era aquele,
em que eu podia ter você, assim!
O que eu ainda não sabia

é que aquele menino maluquinho
poderia um dia, quem diria?
ser feliz, sem mim.